Ergonomia

A revolução industrial iniciou na Inglaterra na primeira metade do século XIX. Caracterizou-se por imensa transformação social, determinada pela produção em grande escala, mediante a utilização crescente de maquinas. O ritmo de trabalho foi acelerado. O importante era a produtividade, não importando o preço do desgaste humano.

A prevalência deste princípio sobre a população operária, que era submetida a estafantes jornadas de trabalho, provocou o aparecimento e a proliferação de doenças como a tuberculose, alcoolismo, acidentes de trabalho, provenientes da exploração de jornadas de 16 horas diárias, inclusive utilizando crianças.

  

Ergonomia

É o estudo cientifico da relação entre o homem e o seu ambiente de trabalho. A melhor maneira de executar um serviço, a utilização dos recursos mais apropriados, a organização dos procedimentos e do local de trabalho, o uso correto e a manutenção dos equipamentos necessários.

É uma ciência multidisciplinar e envolve estudos relativos a outras ciências: Fisiologia, psicologia, biomecânica, antropometria.

  

Saúde ocupacional

A organização mundial de saúde e a organização internacional do trabalho definem saúde ocupacional como a promoção e a manutenção do bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores, a prevenção dos agravos à saúde causados pelas condições de trabalho e adaptação do trabalho ao homem e de cada homem à sua atividade.

  

Intervenção Ergonômica

Ergonomia de correção: Atua de maneira restrita, modificando elementos parciais do posto de trabalho, como dimensões, iluminação, ruído, etc.

Ergonomia de concepção: Interfere amplamente no projeto do posto de trabalho, da máquina ou do sistema de produção, organização do trabalho e formação pessoal.

  

Áreas de Intervenção Ergonômica

- Na Maquina: parte física do posto de trabalho. Inclui ferramentas, equipamentos, mobília.

- No Ambiente: são as instalações. Inclui iluminação, ruído, temperatura, umidade relativa do ar, velocidade do ar, planejamento das cores.

- No Homem: estudos de erros e acidentes, estudo do gasto energético, fadiga, motivação e treinamentos.

- No Processo: maneira pela qual as atividades são realizadas, as rotinas, os protocolos e procedimentos empregados, ou seja, é a organização do trabalho.

  

Cuidados Posturais

- Pegar a carga de forma simétrica de forma simétrica para evitar rotações da coluna lombar;

- Nunca realizar movimentos de inclinação e rotação ao mesmo tempo;

- Aproximar a carga do corpo antes de elevá-la;

- Nunca carregar peso sobre a cabeça;

- Ergonomia no trabalho na posição sentado;

O trabalho sentado apresenta- se ideal sob o ponto de vista do gasto energético, porém promove distúrbios osteomusculares e contribui para o sedentarismo.

 

Posição Sentada

- Ocorre aumento da pressão do disco intervertebral;

- Sentar na cadeira sem cruzar as pernas, manter a curvatura fisiológica da coluna;

- Nunca curvar o tronco sobre a mesa;

- O peso da mochila não deve exceder 6% do peso corporal.

 

Ergonomia do Lar

As atividades domésticas representam uma das maiores ocupações humanas em todo o mundo. Nelas estão envolvidos adultos e crianças, com predomínio do sexo feminino.

O fisioterapeuta deve estar atento à ergonomia no lar, não apenas para a execução de projetos, mas também para garantir o êxito de seu tratamento.

Um apoio dorso lombar reduz a pressão nos discos. Quanto mais inclinados para trás estiverem as costas, tanto menor será a pressão nos discos lombares. A postura melhor é quando o assento e encosto forma um angulo de 100 a 110 graus.

O músculo da cervical: uma flexão de cabeça por longo período de tempo na posição sentada resulta numa tensão por estiramento muscular, enquanto uma extensão motiva uma tensão por encurtamento muscular.

 

Trabalho estático e dinâmico

Estático: exige contração continua de alguns músculos para a manutenção de determinada posição.

Quando há inclinação anterior de tronco, os músculos paravertebrais desenvolverão uma tensão exacerbada, devido à incidência da força da gravidade.

Como estes músculos estão fixos nas vértebras, esta contração resulta em aumento da pressão dos discos lombares.

Este aumento de pressão se dá de forma assimétrica, ou seja, a parte anterior do disco se apresenta sob pressão e a parte posterior do disco se encontra sob tensão, forçando o núcleo pulposo para trás e favorecendo os desarranjos intervertebrais.

Dinâmico: permite contrações e relaxamentos alternados nos músculos.

 

Ergonomia na escola

- O mobiliário das escolas não é bom. Existem projetos de cadeiras ou carteiras para cada faixa etária;

- Cadeiras impróprias;

- Posturas inadequadas;

- Mochilas pesadas.

 

Fisioterapia preventiva

- Andar o mais ereto o possível;

- Carregar a mochila o mínimo necessário;

- Usar carrinhos com rodinhas, sem realizar torção de tronco.

- Posição para dormir

- Colchões muito macios não sustentam as partes pesadas do corpo, que tendem a afundar.

- Colchões duros demais não acomodam adequadamente as curvaturas do tronco.

 

Erros do dia-a-dia

- Calçar meias em ortostase, o tronco permanece fletido podendo promover lesão;

-Usar travesseiro alto;

- Vestir roupas ou sapatos sentado;

- Sapato alto promove hiperlordose lombar, alteram a marcha normal, uma vez que o apoio e deslocado para a região anterior do pé;

- Sapato com solas rígidas, tipo tamanco, dificultam a marcha;

- Carregar bolsas pesadas;

- Sentar bruscamente ao acordar.

 

  Ergonomia no trabalho informatizado

- A mesa deve possuir bordas arredondadas para evitar compressão mecânica de punho;

- Superfície da mesa deve ser fosca para evitar reflexos de luz;

- A mesa deve possuir regulagem de altura;

- Se for fixa: 74 e 76cm de altura;

- Prancheta recomendada para atividade de digitação de dados. Deve apoiar o documento entre o teclado e o monitor ou ao lado do monitor;

- Tela anti-reflexiva.

- Postura sentado

- A má postura pode gerar dores nos ombros, cabeça, nuca, costas e pernas;

- A boa postura promove sensação de bem- estar, dificultando o aparecimento de fadiga e dores;

- A coluna e a cabeça devem estar eretas, mantendo curvatura fisiológica;

- Deve sentar bem apoiadas no assento;

- Apoio para os pés;

- Cadeira de altura regulável;

- Parte anterior da cadeira deve ter curvatura para baixo;

- O encosto deve apoiar a região lombar;

- Sentado com ângulo de coxa- tronco de 90 a 110 graus;

- Devem possuir rodinhas;

- Monitor com distância dos olhos entre 40 e 60 cm;

- Posição do monitor deve ser perpendicular à janela;

- O topo do monitor deve estar no nível do olho;

- Uso da tela clara com letras escuras;

- Acessórios para punhos reduzem a compressão mecânica para antebraço;

- Apoio para pés facilita o retorno venoso;

- Os punhos alinhados com o antebraço;

- Pausas periódicas;

- O cotovelo durante a digitação deve formar um angulo de 90 graus.

 Dicas de exercícios:

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: